Allegro Apassionato

Frederico de Freitas (1902-1980)

Ref. ava141138

Allegro Apassionato

O Allegro appassionato para violino e piano foi concluído em 1923, sendo a sua versão preliminar de 6 de Novembro de 1922. A ideia inicial do compositor era compor uma sonata em Si bemol com um primeiro andamento em tempo Molto allegro, tendo este sido alterado para Allegro appassionato, figurando assim como título da obra na sua versão final.

No primeiro programa em que a obra é mencionada, em concerto no Salão do Conservatório Nacional, é ainda apresentada como “Allegro appassionato (da Sonata em Si bemol - 1922)”.

A primeira interpretação pública da obra foi, possivelmente, a 14 de Abril de 1924, a par do Nocturno (sobre um soneto de Antero de Quental) para violino e piano, tendo sido interpretada por Fernando Cabral (violino) e Regina Cascaes ou Frederico de Freitas ao piano (não é discriminado no programa). Os vários programas de concerto presentes no espólio de Frederico de Freitas (Biblioteca da Universidade de Aveiro) apenas registam mais uma interpretação do Allegro appassionato durante a vida do compositor. Esta performance esteve a cargo de Lídia de Carvalho (violino) e Helena Matos (piano), a 11 de Setembro de 1977, no Salão de Festas do Grande Casino Peninsular da Figueira da Foz.